Google+ Followers

Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

Coração Aberto

Quando decidi escrever me senti uma borboleta saindo do casulo. E junto com ela saíram os sentimentos e os pensamentos que muitas vezes não conseguimos transmitir. Descobri que ser poeta é opinar sem medo, escrever é desvincular-se de segredos e expressar-se é viver intensamente.

JosiLuA

quarta-feira, 12 de julho de 2017

COMO O SOL E A LUA

Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)

Resultado de imagem para como o sol e alua

Tem dias que o amanhecer se faz com a presença tanto do sol, como da lua. Ambos podem se encontrar no céu, olhar um para o outro e, como um belo casal feliz, enfeitar os olhos da Terra. Hoje é um desses dias. 

Nessa minha caminhada matutina, posso dar graças a tudo que consigo visualizar e meditar sobre a vida. E essa imagem dos astros ornamentando a gélida Curitiba, me fez lembrar de um filme que eu simplesmente amo. Chama-se "O Feitiço de Áquila". Quem não viu, recomendo.

Neste filme, por causa de uma maldição, os amantes não conseguem se encontrar para se tocar, já que à noite um se transforma num lobo negro e, de dia, ela se transforma em falcão. A cada amanhecer, os primeiros raios de sol fazem a transformação de ambos. E há um sofrimento infindável e triste. 

Quando vi o sol e a lua hoje, tomando espaço num mesmo momento nos céus deste hemisfério, senti a felicidade do amor. Esse amor singelo e puro que busca, que sente a maior transformação por estar próximo ao amado e que faz tudo para que possam estar juntos. Afinal, o amor verdadeiro é divino!
A lua parecia esperar que o sol se levantasse e que sua luz tomasse conta dela. Ela, ainda um pouco cheia, parece se agarrar ao tempo, a fim de poder observar seu amado iluminado.

Existem alguns casais assim na vida. São como o sol e a lua. Quase nunca estão próximos, às vezes até muito distantes. Por uma bênção do destino, conseguem se cruzar e, quando isso acontece, há algo de inexplicável na energia ao seu redor. Ela intensifica, cheira diferente, enlouquece até os sentidos. Porque quando o amor está no ar e envolve pessoas, transformações ocorrem até mesmo na química de nossos corpos. 

Estou falando de amor, não de paixão, muito menos de tesão. Estou falando do que é puro, livre de egoísmos e obrigações. Amor é assim, um ato de Deus que ilumina e multiplica a energia da vida no universo. Hoje, o sol e a lua puderam se reencontrar e talvez isso seja uma nova energia envolvendo este planeta. Por favor, digam amém. 

Quando queremos muito alguma coisa, mesmo que pareça impossível, o universo nos ouve e, de alguma forma, nos concede formas e sabedoria para conseguir. Como o sol e a lua conseguem se encontrar para encantar mais ainda os corações, talvez um dia possamos, nem que seja por breve instante, tocar nossa alma gêmea. Se devemos ou não ficar juntos, é uma outra questão. O fato de que temos escolhas para um crescimento espiritual, pode ser uma das razões que nos faz sentir dentro do peito um sufoco inexplicável e que não conseguimos externar durante nossa jornada. Mas escolhemos, para que outras coisas pudessem ser orientadas, arrumadas ou modificadas.

Não deixe de sonhar com aquele amor que realmente faz viver. Mesmo que ele não se faça presente no aqui e agora, com certeza em algum momento da infinitude, assim como o sol e a lua, lhe será permitido estarem no mesmo espaço e, pelo simples fato de ser amor, Deus permitirá esse reencontro.

Namastê