Google+ Followers

Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

Coração Aberto

Quando decidi escrever me senti uma borboleta saindo do casulo. E junto com ela saíram os sentimentos e os pensamentos que muitas vezes não conseguimos transmitir. Descobri que ser poeta é opinar sem medo, escrever é desvincular-se de segredos e expressar-se é viver intensamente.

JosiLuA

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

OS CAMINHOS


Autoria: Josianne L. Amend

Quais são os caminhos da vida, meu Deus!
Por onde queres que eu passe?
São belos campos floridos
Ou serão lugares sem classe?

Eu sinto que em cada caminhada
Algo novo desperta em mim
Não importa se eu pise nas flores
Ou se não exista nenhum jardim.

Os caminhos que temos à frente
Nos levam a ensinamentos profundos
Uns são mais convincentes
Outros, se esquece em segundos.

No caminho da paciência
Aprendemos a ter muita calma
O caminho da benevolência
Nos traz alimento na alma

Quem faz peregrinação
Busca algo no divino
O caminho da verdade
Abre as portas do destino

Se você quer ponderação
Pegue atalho para as certezas
Nunca entre pelo caminho escuro
Para não encontrar tristezas.

O sábio sempre busca
Os caminhos da espiritualidade
O idiota insiste em andar
No da deslealdade

O caminho da justiça
É por demais perigoso
Tem que cuidar do trajeto
Para não ser calunioso

O caminho da esperança
Invade a gente de felicidade
E andar com temperança
Nos traz a conformidade

Se você busca o caminho da paz
Respire profundamente e sinta o amor florescer
Nada é mais eficaz
Que um belo amanhecer

No caminho da bondade
Encontramos pessoas necessitadas
No caminho da agressão
Angústia e gente desvairada

São tantos caminhos enfim
Pelos quais posso percorrer
Escolho as flores do meu jardim
Ou escolho também morrer

O que precisamos dar conta
É do caminho a percorrer
Não dá para ficar parado
E esperar apodrecer

Cada um escolhe uma trilha
Que pode ter ramificações durante a vida
Mas o que realmente importa
É a alma arrependida

Sempre é tempo de mudar
E buscar um novo caminho
Se este no qual está
Se sente muito sozinho

Busque sempre o caminho que te faz feliz
Sinta como o seu corpo reage
Se ele não te contradiz
Se não há efeitos na saúde,
Abrace o caminho na sua frente
Tudo será convincente.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

AS ROUPAS



Autora: Josianne L.Amend

 Já reparou como as roupas
São fantasias para as pessoas?

Dependendo de onde vai,
Escolhe um traje que melhor lhe cai
Para ser aceito no grupo,
Veste algo que combine
E assim sua presença determine!

Para andar de moto, veja só
Tem que ter calça e jaqueta de couro
E andar todo tatuado
Brilhar com tachinhas de prata
Tudo muito abusado
Dessa gente da sucata

Para dançar rebolando
Alguns acham necessário
Vestir saias muito curtas
Ou calças penduradas
Se aparecer de outro jeito
Vai parecer suspeito
Para essa turma fanfarrada

Já no trabalho, que ironia,
Tem que ter muita discrição
Usar gravata e belos sapatos
E terninhos sem decotes
Para não dar má impressão!

Na cidade ninguém arrisca
Andar de maiô pela rua
Que engraçado! Vai até preso
Se for pega quase nua
Já na praia é tão normal
Isso tudo é tão estranho
Parece até um bacanal.

Porque o palhaço então
Tem que usar aquela roupa?
Se a graça está no que faz,
No seu jeito atrapalhado
Ou será que o pobre é incapaz
E sem a roupa, fica acabrunhado?

Para ser da saúde ande de branco
Para ir ao enterro melhor de preto
Se for padre use a batina
E o véu para noiva menina
E a pose da bailarina arteira
Parecendo uma alfineteira

Alguns usam chapéus engraçados
Outros macacões largos e sem vinco
E na hora da justiça
Quem veste a toga tem preguiça
Melhor só depois das cinco.

Outros ainda se enfeitam
com roupas extravagantes
Tentando firmar seu caráter
Ainda não bom o bastante.

Culturas também se estilizam
Para dar melhor destaque
Usam calças engraçadas,
Botas largas e amassadas
Flores da cabeça aos pés
Até bandeiras penduradas
Parecendo um convés.

Mas depois de contradizerem
Criando impacto profundo
E satisfazer seus egos
As pessoas voltam ao lar
E nos próximos segundos
Precisam se aceitar.

Retornam à realidade
E no seu quarto se despem
De qualquer máscara ou fantasia
Todos perdem a magia
Era tudo ventania

Talvez por isso os ETS
Sempre aparecem desnudos
Porque a sabedoria e evolução
Está dentro de cada um
Não importando sua roupa
Pois que o hábito não faz o monge
Eis a real seleção!

Se você entendeu isso
Comece a ver as pessoas
Não como cadernos encapados
Mas como seres de corpo e alma
Mesmo se camuflados
Observe com muita calma
Que seus olhos lhe dirão
Como realmente é seu coração!

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

COMPULSIVIDADE

                                                                
A compulsividade é um fator psicológico de carência em alguma coisa de nossas vidas. Veja abaixo se você se encaixa em alguma delas, sabendo que ser compulsivo é ter em excesso e não simplesmente ter. Apesar que o compulsivo ache que ele se encaixa na segunda opção:

Comprar alimentos: medo do futuro e de estar despreparado. Precisa se certificar que não passará desejos e sempre observar sua despensa cheia quer dizer que sua vida é boa.

Comer muito: me sinto vazia neste mundo; ele não me dá nada, então preciso preencher meu espaço o quanto puder para me sentir saciada.

Comprar sapatos: a pessoa sente-se de alguma forma diminuída, precisando estar mais acima do que qualquer outra. E também quer acreditar que o sapato novo lhe levará a um caminho melhor.

Comprar perfumes: não gosto deste mundo ao meu redor, preciso perfumá-lo para me sentir mais à vontade!

Comprar lingeries: pessoa que só consegue as coisas pelo prazer sexual. Encara seu próprio corpo como objeto para conseguir o que quer. Fútil.

Comprar roupas: pessoa que se sente nua perante o mundo. Todos são melhores que ela, então ela tem que chamar a atenção através de suas roupas. Insegura.

Comprar jóias ou bijouterias:  pessoa que se acha sem graça e passa despercebida, querendo brilhar a todo custo, se não é por si, que seja pelas jóias.

Comprar eletrônicos, celulares, computadores: o solitário que precisa dizer para si mesmo que tem vários amigos e que eles se importam com você. Engana a si mesmo e nunca está satisfeito.

Comprar doces: preciso tornar minha vida mais doce. É o propenso a diabetes! Insatisfeito com a vida.

Comprar salgados: sou imaturo e não me prendo a nada. Preciso aumentar a pressão em minha vida.

Falar demais sobre a própria vida: o infeliz que quer chamar a atenção a todo custo. Precisa do apoio e do ouvido dos outros para se sentir aceito na sociedade.  Acaba por se tornar o chato.

Falar de riqueza e soberba: acha que as pessoas só são aceitas quando têm dinheiro, ou pior, compra as amizades de gente interesseira e que também quer aparecer pegando carona. Vida amedrontada por não saber em quem confiar.

Comprar carros: se eu não consigo chegar onde quero pela minha eficiência e habilidades com meus próprios pés, então que o carro me leve onde eu possa aparecer e satisfazer meus anseios.

Comprar drogas e remédios: preciso que as pessoas sintam pena de mim e me cuidem. Sou frustrado e quero ser mimado.

Comprar bolsas: pessoa que sente medo do futuro e também aquela que gosta de carregar pesos, tantos seus, quanto dos outros para ser a coitada. Mania de colocar bugigangas que nem sabe para que serve.

Comprar tapetes: Insegura. Que sentir que o mundo a seus pés é macio e confortável.

Comprar cadernos, agendas: pessoa muito rígida que quer ter o controle de tudo nas mãos. Sofre de estresse e muitas vezes se sente agoniada.

Comprar lenços, echarpes, etc.: quando o mundo me rejeitar estarei protegida atrás do véu.

Comprar óculos escuros: quero olhar o mundo sem que ele me encare diretamente. Escondendo meus olhos ninguém poderá saber quem realmente sou. Pessoa fingida ou também insegura.

Comprar flores: meu mundo precisa ser colorido. Me sinto desanimado e sem vida.

Comprar chocolate: preparando para a ansiedade. Não posso me sentir carente, nem solitária. Me sinto feliz com meu amigo chocolate.

Comprar bebidas: pessoa que não dá o braço a torcer e não quer se sentir frustrada. Aceita a bebida como companheira ideal para esquecer seus próprios defeitos e frustrações.

Jogador: pessoa que precisa desafiar a si mesmo e sua vida. Sente-se deslocado com o mundo e não respeita a si próprio, querendo impor regras num mundo imaginário.

Limpeza: pessoa reprimida tanto sexual como na família. Precisa “limpar” tudo ao seu redor para se sentir livre dos padrões a ela impostos.

Sexual: pessoa que não sabe impor limites nem em si, nem nos outros. Deixa-se usar e usa os outros como forma de alimentar seu próprio ego. Egoísta e infeliz no amor.

Tatuagens: preciso enfeitar o meu corpo para gostar mais dele. Insatisfeito consigo mesmo, gosta de ser considerado um desafiador da sociedade. Provocador.
Comprar malas: minha vida é agitada e nunca sei onde vou. Estou preparado para o que der e vier. Não me prendo a nada. Pessoa que gosta muito de ser independente

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

MELHOR IR OU VOLTAR?

Autoria: Josianne L. Amend

 

Quem é que sabe a resposta
Desta pergunta infame
Prefere ir porque está disposta
Ou voltar com seu exame?
 
Para ir,  juntamos as coisas
Levando também a ansiedade
De conhecer algo novo
Numa própria cumplicidade.

Para voltar o coração acelera
E a incerteza até bate
Mas a esperança na atmosfera
Faz devorar um chocolate.

Melhor ir para lá e ficar?
Ou voltar para cá e morrer?
As idas e vindas da vida
São tormentas destemidas
De quem tem força para vencer.

Vou ou volto? Eis a pergunta
Faça você mesmo a resposta
Pois que no mundo nada tem graça
Se não houver alguém que te abraça
No ir e vir de quem se gosta.

O que posso dizer é: vá!
Enfrente e aproveite a vida
Conheça, observe e aprenda
Não fique na reprimenda
Faça logo a despedida!

Mas também eu digo: volte!
Pois que o coração saudoso
Deve ter um presente para si
É o olhar afetuoso de quem ficou e te espera
E você? Ah, você ... só sorri!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

AS FACETAS DA VIDA


Autoria: Josianne L. Amend

Digam se estou mentindo
Mas é difícil entender
As peças que a vida te prega
Muitas vezes te fazem amolecer.

Você luta, luta e confia
Talvez mais que outros ao redor
Mas até parece magia
Ou uma grande anomalia
As coisas simplesmente não andam
E te deixam com grande amargor.

Quando a fé inunda teu peito
Você levanta e se anima
Mas o tempo te dá uma rasteira
Você não pode dar bobeira
E seu coração entra em outro clima.

Quando se tem esse estigma
Você passa pela vida
Comendo doce sem recheio
Queria entender o por quê
Para uns tem tanta saída
E para outros nem o buquê!

Mesmo assim continuo pedindo
Que Deus me dê força necessária
Para ao menos uma vez
Deixar de lado essa embriaguez
De uma vida involuntária.

domingo, 5 de fevereiro de 2012

VIVER A VIDA PLENAMENTE


Autoria: Josianne Amend

A chuva cai e eu a sinto em meu rosto ,
O vento se esfrega em meus cabelos e eu os deixo balançar,
O sol aquece minha alma e eu me sinto embriagada de ternura,
O orvalho molha meus pés e eu quero mesmo é sentir molhar.

Isto é viver sem tirar nem por,
É unir-se a tudo que existe no universo
É sentir-se uníssono com o espaço
É perceber-se em todo nosso esplendor...

Por que então às vezes,
As coisas fogem ao nosso controle
E deixamos que o orvalho nos molhe a alma
Que o sol queime nosso rosto
Que o vento resfrie nossos pés
E a chuva encharque nossos cabelos?

Por que simplesmente não deixamos que a bela energia que ora nos envolve
Não seja atacada pela escuridão,
Não seja açoitada pelo ladrão,
Não seja sugada pelo vampiro,
Não seja amaldiçoada pelo invejoso?

Por que não podemos viver plenamente,
Simplesmente com a vontade de viver,
Com a esperança no amanhecer,
Com a coragem para ser feliz e
Com o desejo de vencer?

Quero sim sentir a união do meu corpo com o universo
Pois é dele que faço parte
E é para ele que estou aqui
Saiam os que se incomodam com a minha maneira de viver
E venham os que me apóiam em meu jeito de ser...


SER SOZINHO OU ESTAR SOZINHO


Autoria: Josianne Amend – parapsicóloga e terapeuta

SER sozinho é não conseguir a companhia de ninguém
ESTAR sozinho é não querer a companhia de alguém

 SER sozinho é não deixar que as pessoas se aproximem de você
ESTAR sozinho é pedir que as pessoas dêem um tempo para você

SER sozinho é sentar num restaurante e sentir a comida descer engasgada
ESTAR sozinho é comer feliz e olhar ao seu redor sem culpa

 SER sozinho é ficar mudando de canal sem se interessar por nenhuma programação
ESTAR sozinho é fazer pipoca, saboreá-la e curtir o filme

SER sozinho é se sentir obrigado a arrumar as coisas em casa
ESTAR sozinho é ter sua caixinha de ferramentas, seus apetrechos de jardim e manuseá-los com alegria

SER sozinho é não ter coragem de caminhar na praia, no parque
ESTAR sozinho é colocar seu tênis, acordar cedo e sentir o cheiro da natureza

SER sozinho é culpar os outros por não te convidarem para sair
ESTAR sozinho é culpar a si mesmo quando não aparece um compromisso

SER sozinho é se afundar na bebida, no vício...
ESTAR sozinho é preparar um drinque ou comprar uma cervejinha e tomar quando bater a vontade

SER sozinho é chorar com raiva, se desesperar, bater na parede
ESTAR sozinho é chorar no travesseiro, abraçá-lo e dormir tranqüilo

SER sozinho é se sentir um ET no meio da multidão
ESTAR sozinho é curtir as pessoas, se entreter com elas e acabar se relacionando

SER sozinho é viver perdido, se escondendo ou sem rumo
ESTAR sozinho é curtir seu momento, amar sua companhia, viver com coragem

SER SÓ - é ilusão!
ESTAR SÓ -  é meditação!

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

O CARINHO DE MINHA FILHA, AFILHADA E SOBRINHA

Essa menina, a Fabiane, é minha afilhada, filha por assim dizer e que sempre me encheu de orgulho. Seu carinho desta vez deixou meu coração mais que repleto de amor por ela. Obrigada por tanta felicidade que colocou no meu coração... Você merece este espaço.


Oi, tia querida!

Estou pra te escrever esse email faz alguns dias, já, mas a semana está corrida. Finalmente consegui uns minutinhos tranquilos para escrever realmente o que estou sentindo.

Seu livro chegou lá em casa na segunda-feira. Tinha sido um dia terrível: calor de 36°C, trabalho extra, computador com problema, mercado lotado e, pra completar, o cano da máquina de lavar louça soltou e encharcou o apartamento... Mas pelo menos aquele pacotinho na portaria me fez sorrir.

Quando abri a embalagem e vi a capinha lilás, fiquei emocionada. É um livro de verdade, e é da minha madi! Que coisa mais linda, que orgulho! E logo nas primeiras páginas, puxa vida, encontrei meu próprio nome em meio às dedicatórias. Ah, tia querida, se eu pude te ajudar a dar um passo que seja na linda caminhada da sua vida, fico feliz. Porque, acredite, coisas que você me disse - ou que nem disse pra mim, mas que disse e me fizeram pensar - já foram responsáveis por muitos dos meus passos na minha caminhada. Sua sabedoria e seu amor sempre foram preciosos pra mim.

Desde aquele dia, estou lendo uma "luz" por dia, aleatoriamente. Está me fazendo tão bem! Leio antes de levantar e fico pensando a respeito enquanto preparo o café. É muito legal.

Tia, parabéns mesmo pelo livro, pela vitória, pela força de vontade, pela persistência de escrever todo dia, sem deixar para depois, sem esquecer. E muito obrigada por compartilhar os ensinamentos com a gente! Eu amei!

Beijos,

Nina

MENSAGEM RECEBIDA NESTA DATA

Ao meditar hoje pela manhã, senti que deveria sentar-me ao computador e digitar o que seria me ditado. Então, sem questionar muito o fiz... e essa foi a mensagem vinda do 5o. raio dos Mestres Ascencionados, Hilarion. Tire suas próprias conclusões e encare da forma como melhor lhe convier.



A CONFUSÃO MENTAL
Todos estão passando por uma ansiedade interna do tipo: não é bem isso que quero fazer ou não sei bem que rumo tomar. Queremos avisar que isso faz parte de toda mudança sutil que está acontecendo no planeta Terra.
Os mais sensíveis e espiritualizados sofrerão ainda mais com seus questionamentos e dúvidas. Isto porque suas convicções estarão cada vez mais balançadas, visto que as modificações em seu interior são muito definidas e abalam a estrutura molecular.
Pedimos apenas que continuem suas orações e não se percam neste caminho de confusão mental. Sabemos que haverá horas de desespero, de desânimo e até de perturbações emocionais e físicas.
Fiquem atentos e alertas, pois quando se redireciona uma população para novo lugar, sempre há os que querem pegar atalhos e acabam por se perder.
Os fluidos emanatórios que envolvemos o planeta Terra estão se dissipando por diversos ambientes e alguns estarão mais sujeitos a dores e uma sensação de claustrofobia, pois que seus corpos estarão se ajustando lentamente a estes.
Estamos recebendo de vocês diversas energias de raiva e medo e pedimos que mantenham a calma e a boa energia. Não é algo duradouro e por volta de 180 dias deverão sentir um alívio sem explicação em suas vidas.
Aqueles que estiverem dispostos a seguir em frente serão bem recompensados. Os que fecharem os olhos, porém, para a luz estarão seriamente prejudicados em sua saúde.
O que mais vocês sentirão daqui para frente será modificações na sua maneira de pensar e em sua saúde. Para manter a saúde perfeita procurem buscar paz e tranqüilidade, convivendo com pessoas que não sejam malfeitoras e que desestimulem sua força vital.
O solstício de verão que está acabando é um grande transformador de energia cósmica e estimulador de perturbações mentais. Logo vocês estarão recebendo uma mensagem dos céus através dos grandes espíritos. Aguardem que muito em breve, tudo isso será comprovado.
As esferas galácticas estão se alinhando para uma grande força magnética que irá trazer alguns momentos de desastres naturais em seu planeta.
Infelizmente temos que fazer essa varredura para que algumas energias sejam modificadas e reajam de forma a nos dar sustentação ao trabalho que estamos realizando.
Por hora precisamos do apoio emocional, da fé e da consciência crística de cada um para que toda essa transformação e preparo para o grande salto quântico seja de proporções menores das que estão sendo efetuadas.
Emanações fraternas e cheias de luz
Mestre Hilarion