Google+ Followers

Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

Coração Aberto

Quando decidi escrever me senti uma borboleta saindo do casulo. E junto com ela saíram os sentimentos e os pensamentos que muitas vezes não conseguimos transmitir. Descobri que ser poeta é opinar sem medo, escrever é desvincular-se de segredos e expressar-se é viver intensamente.

JosiLuA

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

TODA MULHER

Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)

Resultado de imagem para seres miticos

Toda mulher já nasce preparada
para amar,
para a dor,
para sonhar.
Mas não são todas que desabrocham!

Toda mulher entrega-se na vida
ao trabalho,
ao seu amor,
aos seus sonhos.
Mas algumas sentem dificuldade de medir seus limites!

Toda mulher tem o coração puro
para se emocionar,
para acreditar,
para recomeçar.
Mas algumas obscurecem o próprio coração!

Toda mulher tem sutileza
para a sedução,
para convencer,
para ofender.
Mas nem todas vão além de suas habilidades!

Toda mulher busca a perfeição
de seu corpo,
de sua imagem na sociedade,
de sua vida a dois.
Mas todas sofrem por saber que a perfeição não existe!

Toda mulher tem seus medos escondidos
no seu interior,
embaixo do travesseiro,
nas caixinhas do armário.
Mas nem toda trabalha esses medos na vida!

Toda mulher quer ser melhor
que qualquer outra mulher,
que sua grande amiga,
que sua mãe ou filha.
Mas a maior parte quer ser melhor que si mesma!

Toda mulher sabe que tem que passar
por dores, vergonhas e dúvidas,
por fases, rugas e desdéns,
por trocas, mentiras e assédios!
Mas todas querem, através da energia feminina,
serem amadas com respeito,
serem tratadas com carinho,
serem enaltecidas pela grande força.

Algumas mulheres se esforçam,
outras apenas aceitam,
e há ainda as que dão suas vidas pelo seu trabalho e dignidade na Terra.

Toda MULHER é um ser mítico!

NAMASTÊ

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

A MULHER SENSUAL

Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)

Resultado de imagem para cartas para julieta


A vida é feita de fases e cada uma delas é um enorme aprendizado. O mundo está cada vez mais habitado. A concorrência por comida, emprego e até um relacionamento fica maior. Vão se inventando técnicas para ganhar a corrida por um lugar que nos dê uma vida feliz e melhor. 

E, como na natureza, a mulher usa de artifícios para ser escolhida, seja em que área for. Porém, quando vamos ficando mais maduras, notadamente entendemos que usar a sensualidade utilizada em outrora, já não funciona mais. Simplesmente porque não combina mais com tudo que vamos aprendendo e vivenciando. Mas a mulher sensual nunca deixa de existir. O que se perde são as maneiras utilizadas.

Quando já podemos olhar para trás, a análise das diversas formas de sensualidades  ficam cada vez mais claras e evidentes. Mulheres bem resolvidas e de mais idade, não precisam imitar meninas de 18 anos. Elas simplesmente sentem a vida e seus corpos.

Falemos então das mulheres bem resolvidas em todas as idades, porque as que não concordarem com este texto, precisarão rever conceitos. Não que o texto seja dono da verdade, mas que elas precisam sentir realmente em sua essência, que há um momento para tudo.

Temos um momento de florescer, com rostos perfeitos, pele perfeita e singela. Temos o momento de amadurecer, quando o corpo se transforma para receber outra vida, ou apenas porque não reage mais como antes em toda sua formação hormonal. E ainda temos o momento de simplesmente ser. Ser alguém que ainda está viva e que merece todo carinho e atenção.

A sensualidade de algumas mulheres parecem maiores em umas do que nas outras. Parece um dom. Tanto que algumas nem fazem esforço. Elas são extremamente sensuais, nem tanto por serem belas, mas pelo jeito, pelo sorriso, pela forma que se movimentam. A beleza em si só não significa ser sensual. 

Muitas mulheres são muito sensuais quando engravidam, outras quando vestem uniformes e outras ainda quando andam de salto alto. Usar a sensualidade para obter sucesso é um jogo que muitas ganham, pois alguns homens realmente são fascinados e caem nessa rede. 

Mas a mulher realmente sensual não deixa de se cuidar e de saber agir. Não se mete em brigas vulgares, sabe controlar sua mente, seu espírito e corpo. A mulher sensual de hoje sabe o que quer. Busca sabedoria, perfeição nas suas atitudes e quer respeito, acima de tudo com seu próprio corpo.

Ter idade avançada não significa não ser sensual. Um de meus filmes preferidos é "Cartas para Julieta", onde a incrível Vanessa Redgrave rouba a cena para mostrar quão sensual é uma mulher de 70 anos. Ela é delicada, gentil, seus movimentos são elegantes e tem um porte que é óbvio, é inglês.

Da mesma forma que as mulheres podem ou não aceitar suas idades, os homens também reagem assim. E percebe-se que há homens que ainda buscam relacionamentos com mulheres bem mais jovens, pura e simplesmente porque não sabem controlar seus instintos e continuam achando que a idade para eles não passa. Por outro lado, há os que reconhecem que mulheres podem ser sensuais, sendo mais maduras e também procuram a companheira, não tanto sexual, mas de ligações mais profundas.

A idade vai mostrando diferentes formas de ser sensual e descobre-se que isso pode significar uma vida mais saudável. Tem sensualidade na maneira de falar, no olhar, no andar, no vestir. Tem sensualidade no sentar, no falar e no agir. 

Não podemos confundir sensualidade com ser divertida ou extravagante. Cada mulher tem seu jeito e essa peculiaridade pode ser seu ponto forte.  Algumas gostam de danças exóticas, outras de salão. Algumas cortam bem curto seus cabelos, outras preferem longas madeixas. Algumas são bem altas, outras pequenas. Algumas são muito magras, outras cheias de curvas e carne. A questão não é o formato do corpo. A questão é como ela se ama.

Se amar é muito sensual, pois não interfere no passar dos anos, na transformação do corpo e no embaciamento da cútis. Quem não adora estar ao lado de alguém que se ama e que não fica o tempo todo falando do quanto quer emagrecer? Tirando o lado da saúde, é muito chato esse papo que insiste tomar conta de restaurantes, reuniões de amigas e no escritório. Mulheres cheias de frustrações, ciúmes e inveja e que não se conhecem o suficiente para saberem das suas dádivas. Respondam: acham isso sensual?

Sensual é conhecer-se, amar-se e não deixar que ninguém faça de você um objeto de uso para jogar fora. Jogos de sensualidades são legais e importantes, mas utilize-os com quem realmente merece. A mulher sensual não se exibe, porque ela é naturalmente sensual. Não precisa postar fotos fazendo biquinhos ou mostrando os seios, porque ela sabe quais são suas qualidades e mais do que tudo, sabe qual o tipo de homem que quer para si.

Conheci mulheres muito sensuais que podiam até perder a paciência, mas mantinham o foco e não saíam do salto. Mulheres sensuais não tem medo de ser feliz, enfrentam seus problemas, seus relacionamentos e suas vidas. Não precisam exatamente estarem acompanhadas, trabalham bem com a solidão. Mas também se colocam como verdadeiras companheiras quando estão com um homem que as mereça.

O mundo está sempre andando para frente, não volta. Então não adianta insistir em querer ser eterno, pois ainda não inventaram a fórmula. Mas existe uma que todas nós podemos utilizar para sermos mais felizes e satisfeitas com nós mesmas. Ela não tem vencimento, podendo ser usada em qualquer tempo e idade. Seus componentes são: dignidade, amor, paciência, meiguice, companheirismo e respeito por si mesma. Saiba usar quando precisar. Não tome sempre porque vicia e acaba sendo uma faca de dois gumes. Tudo que é exagerado acaba cansando. Sejamos naturalmente nós mesmas, porque o mais sensual é entender que para todos há um lugar e uma pessoa certa na Terra. Se não encontrar, pode ser que esteja faltando não um dos dois, mas o entendimento para sua vida.

Agora, use você e não seja uma boneca imitando alguém que você admira. Lembre-se que tem ferramentas que nenhuma outra terá. Mas cabe a cada uma de nós buscar a cada dia melhorar, não só o corpo físico, mas o mental e o espiritual. O conjunto é a maior sensualidade que existe!

NAMASTÊ

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

ALGO A MAIS

Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)

Imagem relacionada

Aquele chorão na rua deserta,
envolto em névoa e solitário,
me olha triste e abandonado,
conquistando meu coração cinquentenário.

Continuo a caminhada através do pensamento,
e passo a passo me oriento.
Vejo estrelas, vejo o mar,
mas não sei bem o que vim buscar.

Troncos dormem pelo chão,
são ninhos de vermes repulsivos.
Espinhos brotam de acácias em conexão,
com os Grandes Espíritos arbustivos.

Ando procurando algo mais,
buscando respostas para um coração partido.
Ao meu encontro diversos animais,
que me acolhem num gesto incompreendido.

A concha triste que perdeu seu morador,
abandonada, rola com as ondas na praia.
Tem algo mais em toda imagem visível,
que é invisível para quem não sente gaia.

Esse algo mais escondido e secreto,
que mexe com nosso interior,
transmuta alguns sentimentos,
explodindo em amor.

Quem analisa e observa,
e não deixa a vida passar,
Guarda em si uma grande reserva
que o Universo nos dá para abocanhar.

Tem algo mais no aqui e agora,
tem algo mais dentro de cada um.
Celebrar o que há de mais no que somos e temos,
Mostrará um mundo novo, sem medo algum.

NAMASTÊ


quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

A HISTÓRIA DE ALGUÉM

Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)

Resultado de imagem para busca interior

Alguém era alguém que vivia numa cidadezinha longínqua, onde quase ninguém ía. Tinha poucos moradores e todos se conheciam. Era um lugar místico, com árvores enormes que, praticamente, cobriam as poucas casas do vilarejo.

Alguém cresceu brincando entre elas, sentindo toda energia que elas emanavam. Até conversava com as plantas e abraçava os imensos troncos. Não se tinha muito para fazer por ali a não ser ter paz e ser feliz com o que a natureza oferecia.

Com o passar dos anos, Alguém foi percebendo que toda essa conexão com a natureza lhe proporcionou certos poderes. Poderes como saber o que ía acontecer antes do tempo, andar de olhos fechados pela mata sabendo encontrar o caminho e ouvir o som do universo. Ficando intrigado com isso, resolveu perguntar aos outros moradores se sentiam o mesmo. Eles sorriram, se entreolharam e disseram a Alguém:

- Sim, todos nós sentimos isso!

- E isso é normal? perguntou Alguém.

- Perfeitamente normal aqui, disse o mais ancião dos moradores. E continuou a explicar:

- Aqui é um lugar isolado, onde podemos treinar mais profundamente nossos cinco sentidos. Quando alguém os treina tão intensamente, outros sentidos começam a florescer e assim, nossa força interior desperta. 

Alguém resolveu testar suas habilidades e decidiu passar uns dias totalmente isolado no meio da floresta. Passava muitas horas em silêncio, tocando as plantas, as árvores, sentindo a terra descalço e se alimentava apenas com o necessário para não enfraquecer.

Numa noite, sentado à beira de uma caverna, observando as estrelas, notou que mais alguém estava sentado ao redor da fogueira. A princípio sentiu-se inseguro e amedrontado. Ninguém falava nada, apenas olhavam um para o outro. Alguém testou suas habilidades telepáticas e resolveu perguntar quem era. Ninguém respondeu. Pensou se estaria delirando. Mas aquele ser o encarava com tamanha vivacidade que ficou intrigado. Deixou que se manifestasse por si só e manteve o foco.

Aos poucos, foi se sentindo enebriado pela noite e adormeceu. Sonhou com o ser que havia visto na fogueira e ali conversaram. 

- Vim para te mostrar algo, disse o ser.

Alguém ficou em silêncio, apenas ouvindo. Não era uma voz, mas um som estranho, parecido com sons de piano desafinado. Porém, ele entendia perfeitamente a mensagem.

- Você buscou com entusiasmo e responsabilidade e me descobriu. Vim para acalmar sua mente ou torná-la mais turbulenta. Vim para fazê-lo entender a si mesmo ou para confundir sua vida. Vim para mostrar o caminho ou afundá-lo no mar de incertezas. Vim para mostrar as estrelas e o inferno.

Ao terminar de ouvir isso, acordou de sobressalto. Seu coração estava descompassado. O fogo ainda ardia e estalava nos gravetos. Sentou-se, passou a mão pelo rosto e pensou: - foi só um sonho! E ao olhar melhor para a fogueira, viu que o ser estava ali, no mesmo lugar, inerte e quieto, encarando-o. A única diferença é que agora conseguia visualizar seu rosto. 

Deu um salto e encostou-se numa pedra. Suava! Mas afinal, o que era isso? pensou.

O ser sorriu e mentalmente disse a Alguém:

- A partir de hoje você deixará de ser Alguém para ter um nome no universo. Eu sou você. Você descobriu-me dentro de você. Somos e estamos unidos para sempre. E quem descobre seu Eu Interior jamais será apenas Alguém. O que tem que saber é que precisa estar atento para seus sentimentos e percebê-los na sua total intensidade. A partir de hoje, seu nome será manifestado em celebração e terá livre arbítrio para escolher a estrada da luz ou das trevas. As duas andam juntas e apenas um passo, um sentimento, um momento, pode fazê-lo ir por outro caminho. Eu sou os dois caminhos, mas você pode me fortalecer e eu estarei pronto a carregar a bagagem perfeita para o caminho que escolher.

Neste momento, como num sopro da natureza Alguém ganhou um nome. Não importa qual, mas ele agora o tinha. E, sua estada por dias na mata o mostrou que a busca interior revela um potencial imenso escondido em nós. Somos feitos de tanta informação, poder e força que somente uma pequena parte consegue descobrir um percentual de tudo isso.

De volta ao vilarejo, iluminado e feliz, foi surpreendido pelas pessoas dizendo seu novo nome. Estava escrito agora nas estrelas e podia ser lido por todos.


NAMASTÊ

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

LAÇO ESPIRITUAL

Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)

Resultado de imagem para LAÇOS ESPIRITUAIS


A vida é toda feita de laços de amor, amizades e comprometimentos. Nós estamos sempre criando vínculos com mais e mais pessoas. Esses laços podem ser frouxos ou muito apertados. Alguns significam tudo, outros são momentâneos. Alguns parecem nunca relaxar, outros, no entanto, vivem de elasticidade.

Mas o laço perene é o espiritual. Aquele que há um comprometimento inconsciente e que, muitas vezes, pode ser até o motivo de tantas frustrações e desgostos. Normalmente esses são os laços familiares. Aqueles que nos fazem ter uma ligação por toda a vida, mesmo que não a queiramos.

Você pode até dizer que é fácil separar-se dos laços familiares, ter a sua vida e nem querer saber da de alguém de sua família. Mas, basta tal pessoa aparecer em sua frente e tudo muda. Ou, num dia de quietude, talvez lembranças possam dar uma apertada neste laço.

Esse laço é feito de material diferente de outros. São energeticamente fundidos em nossa alma, como se assinássemos um contrato de permanência lado a lado nesta vida. Conforme o seu aprendizado espiritual, você pode tornar esse laço mais flexível, sabendo que a sua própria existência significa alguns deveres que tem com aquela pessoa.

Cumprir ou não esses deveres é o tal livre arbítrio. Transformar-se em fruto seco e sem compaixão é uma opção. Mas o laço não se dissolverá por isso e a vida mostrará situações em que certamente se verá envolvido neste laço.

Acontece que existem laços de tanto amor que chegam a brilhar no infinito. Permanecem firmes, intocáveis e inatingíveis de quaisquer abalos. Se temos um laço assim, firme, forte, apesar dos pesares somos pessoas privilegiadas e abençoadas. Pois sempre teremos um anjo ao nosso lado, disposto a nos amar apesar de tudo que somos. E amaremos apesar do que são.

Infelizmente, um lado pode ser forte o suficiente para isso, mas o outro pode fraquejar. E o pior que pode acontecer é criar uma rusga, um rompimento tal dentro deste laço, que prejudique toda a estrutura. E nunca mais a relação será a mesma, por mais que se tente. Esse "rasgo" cria uma energia pegajosa e sombria, fazendo verter sentimentos incertos e sem luz.

Por mais que queiramos expressar nosso amor, parece sempre haver um empecilho, uma força contrária e sofremos com isso, pois não é mais o natural da vida que viemos viver. O laço está corrompido, sujo e sem conserto. Essa é a parte mais triste de uma relação.

Se pudêssemos enxergar as ligações espirituais, veríamos uma teia imensa no prana universal, cheia de balanços, rompimentos e elasticidade. E o que seriam nossas dores de estômago, de cabeça, de peito repentinas? Talvez seja o outro lado da ligação tentando se ajustar, estabilizar a própria vida. Ou talvez sejam os vampiros energéticos querendo sugar nossa energia.

Por isso, temos que tomar cuidado com nossas ligações e a infinidade de vínculos que criamos ou deixamos criar em nós. Os laços espirituais também são assim, pois alguns vieram resolver seus carmas e essa ligação se faz necessária para a verdadeira liberdade.

O mais triste de toda essa história é quando o laço é corrompido pela falta de perdão. Nem tanto por perdoar o outro, mas isso é muito necessário. Mas o perdão de si mesmo. Pois quando você se perdoa, consegue enxergar um mundo melhor e libertar-se de prisões mundanas da inveja, do ciúme, da ganância, do desdém.

E quando isso acontece, tenha a certeza que este laço será transformado em energia espiritual pura que acalentará ambos os espíritos para uma nova jornada.


NAMASTÊ