Google+ Followers

Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

Coração Aberto

Quando decidi escrever me senti uma borboleta saindo do casulo. E junto com ela saíram os sentimentos e os pensamentos que muitas vezes não conseguimos transmitir. Descobri que ser poeta é opinar sem medo, escrever é desvincular-se de segredos e expressar-se é viver intensamente.

JosiLuA

quarta-feira, 19 de julho de 2017

APRENDENDO A SER FELIZ

Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)

Imagem relacionada


Quando ouço músicas new age, costumo me inspirar mais que o normal sobre a vida e os sentimentos que fazem do ser humano ser mais ou menos feliz. Parece que determinados sons elevam o espírito a um grau superior de pensamentos e emoções.

Eu sei que o planeta está explodindo em população, que as notícias são cada vez mais catastróficas quanto às atitudes dos seres humanos, que a Terra está sofrendo consequências da insensatez dos gananciosos. Mas eu preciso acreditar na minha vida e fazer dela o melhor que puder, para aproveitar o tempo que tenho como ser desta dimensão. Escolho ser feliz de qualquer maneira. Não sei o dia de amanhã e, muitas vezes podemos ser pegos de surpresa com situações que não imaginávamos para nós.

Não é fácil sobreviver às pessoas e suas palavras, às expectativas que temos para o modo de sermos tratados, aos nossos desequilíbrios energéticos causadores de doenças, às nossas ansiedades quanto ao sustento do nosso corpo, tanto material, amoroso, quanto espiritual. Mas, se todos os dias mergulharmos o espírito em momentos de paz, de integração com o universo, estaremos a cada dia entendendo e aproveitando melhor a vida.

Somos soldados numa guerra, comandados por forças, muitas vezes mais inimigas, do que parceiras. Sugam nosso trabalho e suor e apenas alguns, por se acharem no comando, conseguem regalias sem muito esforço. 

Para ser feliz, antes de mais nada precisamos definir quem somos e o que realmente queremos de nossas vidas. A humanidade decide isso sem pensar, pura e simplesmente por desejos materiais. É como se precisassem desesperadamente serem donos do melhor e do maior. E isso não é ser feliz, apenas camuflar dentro de nós essa sensação de impotência perante o universo.

Se olharmos para dentro de nós de verdade, podemos perceber que somos carentes. Alguns preenchem essa carência com dinheiro, outros com sexo, outros com bebida, drogas, outros ainda com preguiça e incertezas. Mas há os que preenchem essa carência com caridade, amorosidade, reflexão, trabalho e buscam a sabedoria. Quem serão os mais felizes?

Será que porque não conseguiu fazer aquela viagem, você se torna infeliz? Ou será que se não conseguiu e buscou outras oportunidades de beleza, companhia e satisfação não seria mais feliz? Será que cultivar a inveja, ao invés de parabenizar um amigo, não abrirá portas para a sua vez? Será que se fechar dentro de si é uma maneira mais harmoniosa de encarar as dificuldades que todos nós temos na vida? Será que a doença que corrói e dói poderá te fazer enxergar novas amizades, uma força interior absurda que não conhecia e fazer de sua vida um aprendizado?

Aprender a ser feliz é difícil porque o esforço é maior. Nos queixarmos e entregar os pontos é menos energético do que brilhar. De repente, o mundo está um caos. Desempregos, política, violência. Mas percebi que muito mais pessoas estão descobrindo seus dons. Estão tornando o mundo mais bonito, mais cheiroso, mais decorado, com comidas diferentes. Todos os dias vejo alguém oferecer seus trabalhos. 

Talvez o ser  humano precise estudar, continuar buscando fontes e formas de ampliar conhecimentos e não ficar na mesmice. Ser feliz é saber que você abre os olhos pela manhã e tem vida, tem direito a mais uma chance. Ser feliz é respirar o ar, é caminhar observando quanta beleza existe ao nosso redor, é saborear o alimento, mesmo que pouco. Ser feliz é poder ter esperança de um novo dia, com novas atitudes. Ser feliz é se perdoar e perdoar. Ser feliz é abraçar sempre que puder quem amamos e admiramos. Ser feliz é rir, gargalhar com coisas engraçadas, mas que não firam a ninguém. 

Ser feliz é deixar para trás pessoas e momentos que nos tiraram do sério, da vida e de acreditar. Não deixar que isso afete para sempre nosso equilíbrio. É se encontrar novamente no próprio eixo espiritual, é deixar que Deus estabeleça em nós o que Ele espera de nós.

Ser feliz é incansavelmente estar em paz, em harmonia com sua própria energia. Não colocar essa felicidade nas mãos de outros, mas tentar que esses outros também sejam felizes. Pois, se cada vez mais as pessoas no planeta entenderem a felicidade, talvez elas respeitem o espaço e o limite do outro.

Enfim, todos queremos a felicidade, mas poucos são os que descobrem o real sentido deste   sentimento. E, se nos tornarmos melhores, teremos paz interior. E através desta, haverá sabedoria. E, com esta, um caminho mais fácil para a felicidade.

Namastê