Google+ Followers

Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

Coração Aberto

Quando decidi escrever me senti uma borboleta saindo do casulo. E junto com ela saíram os sentimentos e os pensamentos que muitas vezes não conseguimos transmitir. Descobri que ser poeta é opinar sem medo, escrever é desvincular-se de segredos e expressar-se é viver intensamente.

JosiLuA

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

SONETO DO AMOR

Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)


Quem descreveu o amor como algo concreto
por certo não amou no tempo que amei.
Para o amor que conheço, devia existir um decreto,
com uma ordem escrita: jamais te abandonarei!

Amar não é simplesmente jogar fora do coração,
mas tentar resolver a situação dentro dele
afinal, quando se é o anfitrião
recebe-se bem esse e não se repele aquele.

Cuidado com o que faz com o coração alheio
pois quem ousa fazê-lo bater diferente,
cria para si um carma permanente.

Fazer sofrer não é amar!
Amor é a fruta que saboreamos com vontade
e dela guardaremos sempre a docilidade...
 

DÚVIDA

Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)

Porque essa dúvida me assola a alma?
Enrijece o olhar e me seca a boca;
esvazia o ânimo e afugenta a alegria?

Que os céus decidam de uma vez
se o sorriso fará parte de mim ou
se a angústia definirá o meu fim!

O tempo não passa, ou corre rápido demais;
não tenho mais tempo para esperar pela verdade
quero encontrar os olhos nos olhos, sem vaidade
e sustentar a vida por toda a eternidade!

Críticas, fofocas e maldades no ar,
não vem com os pássaros para embelezar,
mas com os demônios para nos frustrar!

Não ouço sinos, mas estampidos,
o coração se agita em medo
o que faço, corro ou fico?
viver realmente é um segredo!

Não há uma resposta sensata
nem uma atitude que me conforte
a vida não pode ser tão ingrata
se for, prefiro mesmo minha morte!

Que se abram os portais da mente
e que a dúvida, que era permanente
se desfaça como a névoa plena
que vai embora com o nascer da aurora!

Quero ter a certeza, a certeza de que estou viva
que entendo a vida como ela se apresenta
sem que isso possa ser uma tentativa
de manter-me na dúvida que me acorrenta!

sábado, 24 de novembro de 2012

MAIS UM ANO NA VIDA

Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)


Hoje completo mais um ano desde que decidi voltar;
não sei quanto tempo estarei na Terra, mas pretendo me aperfeiçoar.

O que tenho aprendido é que podemos amar, sem esperar,
doar, sem querer receber,
e se criarmos expectativas, com certeza poderemos sofrer.

Amigos? Eles vem e vão...
os que vem e ficam são amigos irmãos,
os que vem e vão, te deixam na ilusão.

Criar raízes é importante,
e uma família ainda mais.
Se posso agradecer a Deus alguma coisa
é justamente ter sido abençoada por gerar e viver com seres especiais.

Trabalhar na vida nos faz capazes de conhecer, decidir e desenvolver
é também o ganha-pão que nos faz sobreviver.

Pensei que com a idade eu aprenderia a ser mais perspicaz;
Mas percebo que quanto mais vivo, me sinto ainda um pouco incapaz.

Incapaz de definir quem são realmente as pessoas
incapaz de adivinhar quem realmente merece minha confiança
incapaz de aceitar a falta de bom senso, de amizade, de compaixão,
incapaz de socorrer as dúvidas tenebrosas do meu coração.

Porém, a idade me fez aceitar, enxergar e compreender:
aceitar que o mundo é maldoso, mesmo que você abra os braços para ele;
enxergar que cada caminho que você percorre, há uma grande lição a ser aprendida;
compreender que alguns já estão no caminho do meio e outros... nem conhecem a si mesmos.

EU me sinto feliz com meus 51 anos.
Às vezes insegura, pelo meu corpo que já não embeleza o espelho,
às vezes triste, por ser olhada como se estivesse numa loja de antiguidades,
muitas vezes amargurada com as injustiças das pessoas que estão no meu caminho.
Mas ao mesmo tempo encantada pela sabedoria que adquiri,
orgulhosa porque plantei uma árvore, escrevi livros e tive filhos e netos.

Quando me sinto humilhada por seres mesquinhos,
refaço meu brilho lembrando de toda a minha caminhada
e olho para esses seres e me pergunto: quem são vocês, afinal?

Viajei, casei, tive bons empregos, conheci pessoas pelo mundo, cidades incríveis,
sou corajosa a ponto de estar sozinha em lugares do mundo,
sou poderosa por cuidar de uma casa, da família, da profissão  com dignidade
sou criativa, humanitária, amorosa e espiritual.

Um dia alguém me disse: você é invejada, e eu disse: por quê, se não tenho carro,
se não tenho marido, se luto a cada dia para me sustentar? E essa pessoa, espiritualista,
respondeu: - Não precisa nada disso, porque as pessoas invejam tua luz!

Neste dia percebi que as pessoas que buscam o CAMINHO DO MEIO,
que procuram entender a vida, a alma, a essência,
sempre serão vistas como "chatas, diferentes ou irritantes",
pois que, acabam atingindo em cheio as sombras alheias.

Os verbos mais importantes na minha vida sempre serão :
amar, perdoar, ser, tentar, buscar, compreender, respirar.

Eu amo quem eu sou, por quem eu sou e tudo que conquistei, amo minha família
Eu perdôo os que não souberam compreender nem minha felicidade, nem minha tristeza.
Eu sou quem eu sou, eu serei melhor se quiser, eu quero a cada dia SER
Eu tento de todas as formas melhorar a mim mesma e meu espírito, tento encontrar a paz, tento olhar com bondade o mundo, tento entender o humor das pessoas
Eu busco a minha felicidade, busco sobreviver, busco sorrir, busco o respeito
Eu compreendo que viver na utopia da existência da bondade e humildade neste
mundo capitalista é burrice da minha parte, eu compreendo que meu mundo está ficando resumido, eu compreendo que tem pessoas precisando do meu carinho e abraço
Eu respiro para viver, respiro para olhar, para sorrir, para amar, para SOBREVIVER.

Parabéns para cada uma das minhas células que se multiplicam e que morrem a cada dia, fazendo de mim um ser vivo;
parabéns a todos os meus órgãos que trabalham mesmo quando estou dormindo, deixando meu corpo fortalecido
parabéns aos membros que me ajudam na caminhada, na escrita, no trabalho
parabéns a tudo que sou EU, pois EU SOU....

e me considero
LUZ
AMOR
ESPIRITUALISTA
FILHA, IRMÃ, MÃE E AVÓ

Tudo, mais do que suficiente, para que eu ESTEJA E SEJA FELIZ NESTE DIA
25 DE NOVEMBRO DE 2012.

Obrigada Pai Maior pela oportunidade que me deu até hoje e só te peço uma coisa:

QUE EU APRENDA CADA VEZ MAIS E POSSA SAIR DESTE MUNDO COM SABEDORIA SUFICIENTE PARA QUE A MINHA ENERGIA TENHA SIGNIFICADO!

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

EMPREGO DE GERENTE DE POUSADA

Hoje resolvi  aproveitar meu blog para colocar um anúncio:

PROCURO MINHA FELICIDADE
Com quase 51 anos procuro a felicidade de encontrar um trabalho que realmente me faça sentir prazer em acordar todos os dias.
Além de me sustentar amplamente financeiramente, ele deverá fazer com que eu me sinta satisfeita, prazerosa e alegre no meu dia-a-dia.
Pensei que trabalho poderia me trazer essa esperança e me identifiquei com o de gerente de pousada. Mas, de uma pousada num lugar lindo, perto da natureza, onde eu pudesse aproveitar meu tempo livre e estar em cachoeiras, em trilhas, em cavernas...
Adoraria poder usar minha experiência de administrativa, de terapeuta, de massoterapeuta e de promotora de eventos para fazer desta pousada um lugar de ser feliz.
Sonho em poder morar fora desta cidade grande, deste movimento intenso de veículos e pessoas. Sinto que sou alguém para viver em cidade pequena, perto de flores e de animais, perto de gente simples e de cultura menos capitalista.
Falar uma língua estrangeira no Brasil pode ser importante para alguns, para atender o público de fora. A única que posso me expressar melhor é o italiano e entendo pouco o inglês, mas ainda penso que dentro do meu país, é a minha língua que devo usar para me comunicar. Os que vierem nos visitar devem fazer o mesmo esforço que fazemos ao ir para fora: tentar entendê-los!
Sou também artesã e gosto de decorar. Portanto cuidarei muito bem do local.
Se alguém ler este texto em meu blog, creia: não é utopia, é um sonho que gostaria de tornar realidade. E estou pronta a aceitar desafios. Basta me contatarem para conversarmos.
Locais preferidos: no Centro-oeste e em Minas Gerais.
Para contatos é só deixar um comentário no blog para ser localizado.
Minha foto e um pouco de mim estão no meu perfil.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

O PERFUME DAS FLORES





Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)

Num dia de muita paz,
sinta o cheiro da manhã...
Com qual cheiro você se afina mais
rosa, violeta ou hortelã?

Será que influencia o odor
quando estamos mais felizes?
Porque será que eu me sinto
como se criasse raízes?

Talvez porque a certeza da vida
seja algo que coloca os pés no chão
se a alma está bem resolvida
nos liberta da apreensão.

Quero sentir o cheiro das flores
de dálias e azaléias também
os jasmins são os condutores
de espíritos que vem do além.

Quando sentir um perfume
Inspire profundo e deixe-se levar
pois não é em qualquer momento
que o aroma delas vem vitalizar.

Lírios limpam o caminho
Narcisos te ouvem sem cessar
Girassóis te seguem com muito carinho
e os cravos liberam o amor no ar   




Se o perfume persistir
preste atenção na chamada
orquídeas te chamam a embelezar,
margaridas e tulipas para sonhar.



Crie em seu mundo um jardim
mesmo que seja imaginário
não é à toa que elas estão no mundo
as FLORES tornam seu espírito fecundo!

Observe-as e sinta o seu cheiro
o perfume é uma névoa que embriaga criando um elo
feche os olhos, crie na mente
seu universo paralelo.

Eu acredito nos florais
pois é a energia mais sutil e perfeita
que as flores presenteiam
com sua saudável colheita!

A DOR

Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)

Dói... dói quando me lembro
e quando penso no amanhã

Dói quando me entrego
e não nego cada músculo que dói!

Dói não ser ouvida
e a ferida que não cicatriza.

Dói estar errada
ou ser jogada de sua vida!

Dói essa solidão que não se ajeita no coração,
mas dói ainda mais quando não consigo ficar só pra pensar.

Dói acordar com sentimento de tristeza
e enfrentar o dia com pobreza de felicidade e de esperança.

Dói é ver as coisas acontecendo
e o tempo todo viver tremendo
e aos poucos sentir-se morrendo.

Dói não ter pra onde correr
pois há uma grade ilusória querendo te prender
aos atos insanos a cada amanhecer.

Dói é se achar competente
mas ser julgada inconsequente;
é submeter-se à trabalhos que não ama
só para não criar um melodrama.

Dói é ver você minando sua vida
quando tinha uma estrela estendida
aguardando a hora de brilhar pra você.

Dói é me sentir incapaz
sem ação, sem palavras, sem saída!
Dói mais quando a indiferença se faz
numa breve despedida.

Dói teu silêncio, dói minha alma
porque dói tanto a dor que não se acalma?

Que estrada tomar, que caminho seguir
para que a dor que sinto
seja vencida pelo cansaço
ou finalmente.... pelo calor do teu abraço?

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

O PONTO FINAL

Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)


Quando te conheci,
a sensação foi igual;
Uma dor no estômago brotou,
mas me senti divinal!

Nunca pensamos que as coisas,
não vão ser como não queremos;
no início tudo é loucura,
e aos poucos, nos perdemos!

Imaginar que a outra pessoa
será o ideal projetado,
é a coisa mais errônea
para uma relação ao seu lado!

Para o outro você também é perfeito,
mas você sabe que não é;
Então como exigir seus direitos
se nem corrigir-se você quer?

Quando nenhum lado cede
ou quer mudar o outro, afinal,
tudo caminha para o rumo
de encontrar o ponto final!

Quem disse que amar era fácil
não deve nunca ter amado;
quem quer mesmo uma relação
não deve ser obcecado!

Brigas vão e acontecem,
mas devem ser por divergências;
nunca faltar o respeito,
dá uma melhor convivência!

É importante a individualidade,
mas sem desculpas e exagero,
pois quem quer viver a dois,
deve largar de ser um zero.

Quando nos sentimos perdidos
dentro de uma relação
é hora de comprar a passagem
e ir para outra estação!

Eu acredito que Deus
ouve sempre nossas preces;
e quem quer um amor na vida
deve enxergar o que Ele oferece!

Deixe pra lá quem te desdenha
invoque seu lado racional;
Tome a atitude correta
e coloque logo um Ponto Final!

Abra as portas do coração
e peça à pessoa que saia;
pois você tem que abrir espaço
para experimentar outra praia!

Não fique criando estigmas
com a palavra "FIM" em sua vida;
tudo que morre abre espaço
para quem te espera, na torcida!

A sensação no estômago
vai aparecer novamente
deve durar alguns dias
seja um pouco paciente.

Agora, pense e repense
ao seu coração peça o aval;
Não fique empatando sua vida
com quem só sabe onde é o PONTO FINAL!


 

QUANDO SINTO O VAZIO

Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)


Acho que a sensação de vazio vem de fontes diversas: falta de companhia, falta de esclarecimentos, falta de luz...

Como podemos ver, o vazio vem da falta de alguma coisa em nossa vida. Não sei você, mas quando sinto isso dói o peito, mais precisamente o coração e sinto o famoso "nó-no-estômago".

Posso tentar  explicar por que esses sintomas. No coração, porque, com certeza, tem a ver com o sentimento do amor e no estômago porque tem a ver com a emoção.

E o que fazer quando este sentimento que nos deixa meio sem ar e sem rumo vem bater à nossa porta?

Acredito que cada um tem uma forma de tentar "preencher" este vazio com alguma atitude ou pensamento. Eu, normalmente, gosto de me ocupar com trabalhos de casa, manuais ou leituras ( quando consigo me concentrar num bom livro).

Eu gosto de estar sozinha, não me incomoda a solidão. Acho que o vazio vem da incapacidade de conseguir realizar coisas que adoraria realizar. Vejo a vida passando e as coisas vão ficando cada vez mais difíceis de serem alcançadas, porque a minha idade é jogada a todo momento na minha cara.

Que país é esse que fala o tempo todo de longevidade, de qualidade de vida, de meios para uma saúde melhor, mas que não dá oportunidade às pessoas que têm mais de 45 anos?

Isso me dá vazio! Sensação de inutilidade depois de anos de experiência em trabalhos e estudos.

Sou grata por não me sentir no vazio quanto ao amor, pois isso realmente é uma dor desesperadora, mas que pode também ser tratada.

Aliás, todos os vazios podem. Devemos preencher nossas vidas de alegrias, de momentos de risos e felicidades. Preencher com conhecimento, com conquistas de novas amizades e descobertas de novas experiências. Estas coisas nos dão um equilíbrio interno para sobrevivermos ao vazio.

Duvido que alguém se ache totalmente preenchido. Satisfeito mesmo! Todos temos coisas a resolver neste planeta, neste plano.

Acho que devemos olhar mais para nosso interior e conversarmos com nós mesmos. Isso acalma o coração e estimula a mente a trabalhar a nosso favor, indicando que caminho podemos percorrer.

Uma das formas que me alivia quando sinto o vazio é a meditação. Ao me concentrar e sentir com mais intensidade Eu mesma, percebo que no término desta meditação estou mais confiante nos meus ideais e futuros passos.

Se você não tem o costume de fazer essas coisas, não procure ficar alimentando o vazio por horas e dias. Procure amigos confiáveis para se abrir e peça ajuda. Não fique remoendo sozinho, pois a tendência, caso o vazio seja muito exacerbado, é você entrar num estado depressivo.

O vazio não pode tomar conta de você. Pois os maus pensamentos vão preenchendo este vazio, o seu coração vai doendo cada vez mais e seu estômago tende a não trabalhar como deveria.

E as consequências são: dores de cabeça fortes, gastrites e úlceras, palpitações, podendo até chegar a um infarto.

Quando sentir o vazio chegando, a sensação inquietante tomando conta de você, assista um filme de drama ou comédia, leia, vá ao parque e observe crianças, visite um asilo ou orfanato e depois perceba que você diminuiu em muito, senão totalmente o seu vazio.

Ninguém está livre de sentir em algum momento de sua vida o vazio, mesmo que esteja rodeado de pessoas, num bom emprego ou cheio de dinheiro. Nada disso preenche em nós algo que é extremamente importante para a felicidade: ter respeito por nós mesmos!

Portanto, antes de se atirar na primeira relação, emprego ou amizade que aparecer, achando que isso vai fazer o vazio desaparecer, pergunte a si mesmo: estou tendo respeito por mim fazendo isso? Realmente é o que eu quero para a minha pessoa?

Se a resposta for sim, enfrente com coragem. Se for não sei... repense!

E SE EU FOR O ÚLTIMO?

Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)

" Do pó viemos, ao pó voltaremos"!... Ninguém escapa disso!
Mas alguém já parou para analisar se for a última pessoa de uma família? Parece meio impossível e trágico, mas pode acontecer.

Então, a vida se resume em algo assim: crescemos, estudamos, lutamos por um emprego digno, uma profissão que nos sustente e que possa nos atender em todos os nossos desejos consumistas. Faz parte...

E vamos enchendo nossa casa de coisas, nossas gavetas de tralhas, nosso guarda-roupa de peças e mais peças que vão sendo substituídas ou envelhecem com a falta de coragem de passar adiante.

Nem nos damos conta de quanta coisa guardamos que não usamos por anos, ou que simplesmente ficam ali, guardadas e enchendo de pó, porque somos egoístas.

A sensação de trazer algo novo para perto de nós é engraçada. Nos sentimos poderosos.

Mas, e se o tempo for passando e as coisas aumentando e entulhando cantos, gavetas e caixas?

A questão é: quando morrermos queremos que essas coisas tão apreciadas fiquem com quem? E já pensaram que o que é importante para você pode ser uma porcaria para a pessoa que você quer deixar as coisas?

Pior ainda quando não tivermos ninguém da família para decidir com quem ficará o que é utilizável. Estranhos entrarão em sua casa e pegarão suas coisas e sabe-se lá para onde levarão. O que você sente com isso?

Na verdade isso deve ser trabalhado como o desapêgo. Você se foi... não precisará mais de nada daquilo que te prendia horas e horas de trabalho na Terra. Limpava o carro, a casa, roupas, tirava o pó dos bibelôs e ali você se prendia. É a vida. Faz parte também.

Mas, aprenda a desapegar já em vida de suas coisas para que na morte não perturbe seu espírito com esse tipo de preocupação.

É insano brigar por um bibelô quebrado, ou por uma roupa que rasgou. Aquilo teve seu tempo de embelezar. Acabou.

Cuidado com os apêgos por coisas bobas. Normalmente isso significa que você está solitário demais e que precisa dessas coisas para relembrar passados. O que precisamos mesmo é guardar as coisas no coração.

A importância financeira que damos ao objeto é importante quando é um objeto que nos ajuda na vida e que foi suado para adquirir. No mais, o restante não deve ser colocado em pedestais.

Se você for o último a morrer, pense antes em escrever uma carta doando suas coisas para quem realmente vai valorizá-las. Pode ser uma saída para deixar sua alma tranquila e feliz. E tudo o que você conseguiu com sua luta, poderá ser a luz no fim do túnel para alguém que precisa muito de um pouquinho só...

terça-feira, 13 de novembro de 2012

NO QUE VOCÊ ACREDITA?


Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)

No que você acredita, afinal?
em discos voadores ou em ciscos agressores?
em amores calorosos ou em humores venenosos?

Todos são tão diferentes
Que pouco adianta qualquer ingrediente
para mostrar que no que um acredita
o outro jamais será conivente!

Eu digo para você rezar
porque é o que me faz bem;
mas se você não acreditar
jamais será o que lhe convêm!

Você quer que seus subordinados
tenham em mente o seu pensamento?
O que você não assimila,
é que isso não traz conhecimento.

No que você acredita?
no amor eterno, ou no eterno enquanto dure?
na amizade sincera ou no interesse que o procure?

Porque quer fazer as pessoas acreditarem
no que você acredita?
Será que é porque você precisa de apoio
ou porque tem medo de virar eremita?

Acredite no que falo
ou se quiser tampe o ouvido
A questão é que quando me abalo
invento coisas sem sentido!

Eu quero poder acreditar
que o poder vem da crença de ser
Quem não é nada, será que pode?
Quem pode tudo, não deveria vencer!

No que você acredita?
Num amanhã totalmente perfeito?
Num amante sem nenhum defeito?
Ou numa vida sem qualquer conceito?

Eu acredito no amor, na vida e na morte
Acredito que a luta é diária
e que talvez, eu seja mais forte
se não estiver solitária.

Uns acreditam na sorte,
outros no mau-olhado;
pé-de-coelho é passaporte
para o mais infortunado.

Se acredita em fantasmas
vampiros e lobisomem
acredite em quiasmas
que aos poucos te consomem.

No que você acredita, afinal?
Num mundo melhor em outro plano?
No monge tibetano?
Ou quem sabe, simplesmente
você seja um incompetente?

Como dizer no que acreditar?
Olhando para dentro de si?
Será que mente nosso coração?
Desde o dia em que nasci?

No que você acredita?
Pergunte a si a toda hora!
com certeza a resposta virá
e será de dentro para fora!

O PÉ DE PITANGA

Autora: Josianne L.Amend (JosiLuA)



A imagem pode conter: comida


Um dia, quando meu jardineiro veio fazer o jardim, ele me perguntou:
- O que quer que eu arranque?
Eu mostrei algumas coisas que eu considerava "mato" e num deles, ele me falou:
- Quer arrancar o pé de pitanga?

De jeito nenhum arrancaria um pé de árvore frutífera.
Ela nasceu tímida, pertinho do muro e eu jamais a teria percebido, não fosse o bom jardineiro.

Se há algo que eu gostaria de conhecer muito bem, são as plantas e suas propriedades. Eu as amo.

O tempo passou e eu observava meu pé de pitanga se expandindo. Hoje, o pé está enorme, sobe por cima do telhado da casa e nos dá a alegria de saborear a mais deliciosa pitanga. Que bom que não cortei, pois quem imaginaria ver minha netinha saborear fruta do pé, na casa da vovó.  Hoje, também cultivo um pezinho de mexerica, que este ano já deu umas vinte.

Mas o por quê desta história toda eu começo a explicar agora.
Em uma das minhas aulas de terapias, ouvi minha professora dizendo que era para prestar atenção ao que nasce em nosso jardim, pois talvez alguém da família estivesse precisando de alguma forma daquela planta ou fruta. E comecei a prestar mais atenção no que aparece em meu jardim.

A importância que se pode dar à uma árvore e o que ela pode representar em nossa vida é a questão deste texto.

Quando cultivamos a sensibilidade é que começamos a perceber pequenas coisas que modificam nossa maneira de ver o mundo. Esta árvore que veio não sei de onde (pois não fui eu quem a plantou), surgindo inesperadamente no meu mundo, mostrou-me tanta força e repartiu comigo sua sombra, sua beleza e seus frutos.

Assim são as pessoas ao nosso redor. Muitas delas aparecem do nada, como que por encanto e algumas até não significam nada para nós à primeira vista. Temos vontade de deixá-las de lado ou "arrancá-las" de nossa vida. Porém, o jardineiro interior nos diz:
- Preste mais atenção nesta pessoa!
E resolvemos dar chance para a relação crescer, criar raízes, dar frutos. Algumas dessas relações, construídas e cuidadas com amor, acabam por se tornarem parte de nós e outras, não crescem como gostaríamos, talvez porque não soubemos cuidar ou regar.

O fato é que tudo em nossa vida tem um por quê. E passa por nós para que saibamos exatamente qual papel deve ser cumprido.

Meu pé de pitanga também faz sujeira. Eu colho sacos e sacos de folhas na minha calçada e os pássaros fazem questão de cuspir a semente em todo lugar. Mas tenho que decidir se posso limpar tudo isso ( praticamente todos os dias) com paciência e resignação ou se corto de uma vez a árvore de minha vida. E com ela irão a sombra, os frutos e o canto dos pássaros que se aninham nos galhos.

Eu escolhi ter a árvore, pois, com certeza ela me beneficia muito mais do que me chateia. E tem tantas coisas e pessoas que podemos colocar na balança para descobrir se o benefício é maior que a preocupação. Mas, vale também ressaltar, que nossa paciência também faz um grande favor às relações.

Hoje, me sinto enraizada com uma família linda, amigos que me fazem rir e chorar, um jardim que posso me inspirar e suspirar e um pé de pitanga que me ensinou a ser melhor.

Se há alguma coisa que este pé de pitanga fez por mim foi alegria na minha vida cada vez que passo embaixo dele. Não é exagero, nem pieguice. É simplesmente o que podemos chamar de observar e sentir o mundo ao nosso redor de maneira inspiradora.

Aconselho você a ter um amigo vegetal. Eles também não estão neste mundo por acaso, mas para ter uma relação conosco. Cuide, regue e até converse com a planta. E não se admire se você sentir a troca de energia de maneira carinhosa e sutil.

E lembre-se: nem todas as relações foram feitas para durar. Talvez ela se vá antes de você, ou talvez você um dia a deixe só. Ou talvez, ainda, vocês descubram que já trocaram tudo o que tinham e têm que partir para um novo recomeço. Apenas guardem o que foi bom...

NAMASTÊ Mãe Natureza
salve Seres Elementais

domingo, 4 de novembro de 2012

QUANDO OS ANJOS FALAM

Hoje acordei um pouco mais tarde do que normalmente eu acordo. Senti meu corpo cansado e meio sem forças, não por doença, mas por preguiça mesmo. Então, resolvi tomar meu café na cama e, como algumas vezes faço no domingo, procurei um bom filme na TV fechada para ver.

Não sei por que, mas nestes dias sinto vibrações tão fortes de mensagens através de filmes, das minhas meditações ou de intuições. Hoje revi um filme chamado "Quando os anjos falam"! As mensagens são lindas e minha sensibilidade aflorou.

Então, como por instinto, resolvi escrever. É assim que acontecem meus textos. Como se fossem solicitados pela espiritualidade. Idéias surgem, uma força irresistível de pegar o computador e teclar, sem que eu pense em mais nada.

E o tema seria a mensagem embutida no próprio título do filme: "Quando os anjos falam"! E neste momento "eles" me dizem assim:

"Acreditem em nós, anjos da espiritualidade, do amor e da paz. Estamos com vocês. Tão perto que se quisessem poderiam nos tocar. Falamos tão alto que, se quisessem, poderiam nos ouvir. Olhamos tão profundamente em seus olhos que poderiam ver e saber quem somos.

Mas estão tão ocupados com sua ganância, com sua gritaria, com seus afazeres que simplesmente não têm tempo de nos conhecer, de nos sentir. Temos tanto para falar-lhes, para mostrar-lhes e para ensinar-lhes, mas continuam cegos, insensíveis e desatentos ao próprio corpo que vos abriga.

Querem somente compreender-nos e contatar-nos quando se sentem ameaçados, oprimidos ou desolados. Estamos com vocês a todo momento, sussurrando palavras em vosso coração, desviando-os de caminhos perigosos e pedindo sua atenção. Podemos dizer-lhes que alguns, mais sensíveis, acabam nos ouvindo e outros, nem se importam com a energia que circula ao seu redor.

Os anjos são enviados de Deus para vos proteger e orientar e nosso trabalho têm sido exaustivo, em virtude da ignorância afetiva que assola o planeta. Através de algumas pessoas podemos enviar mensagens e fazer brilhar o coração de mais e mais pessoas.

Novos anjos estão sendo enviados à Terra em forma de crianças. Estamos tentando nos "infiltrar" em vosso dia-a-dia para o grande processo de mudança e culminar na elevação crística deste planeta. Cuidem dessas crianças que estão nascendo com muito carinho e bondade, para que elas não se desviem do caminho que vieram percorrer. Sabemos o quão difícil é viver na atmosfera caótica em que vivem e por isso estamos auxiliando-vos.

Deixamos aqui algumas frases que vocês podem OUVIR por diversas vezes dentro de vós e que muitas vezes não se importam, mas que deveriam se importar:

- Não saia esta hora, espere mais um pouco!
- Não vá a esse encontro!
- Ligue para esta pesssoa agora!
- Deixe tudo o que tem que fazer e tire um tempo só para você!
- Pedir desculpas não é se humilhar!
- Olhe para seu filho, abrace-o e ensine a ele algo útil e bom!
- Não faça isso de novo, dê uma chance para você!
- Chega de tanto orgulho, renove sua vida!
- Devolva o que pegou sem pedir!
- É sua vez de ajudar!
- Dê oportunidade para outras pessoas!
- Você não quer repartir um pouco disso?
- Olhe o quanto está comendo, cuide de você!
- Organize suas coisas, pois ordem e disciplina fazem parte de um bom espírito!
- Faça uma surpresa feliz para alguém que esteja precisando!
- Essa saudade está te sufocando? Se merecer, ligue, visite, mas sem que isso possa te afastar do caminho que escolheu.
- Não se deixe magoar por mentalidades insanas. Livre-se dessas pessoas!
- Fale com mais cautela e sem demonstrar rebeldia!
- Não faça isso com ele!
- Tenha mais paciência com ela!
- O que falou não te faz se sentir mal? Cuidado com as palavras!

Esses são apenas alguns exemplos do que falamos a vocês. Mas é um coração preparado a ouvir que nos escutará. É uma alma pronta a receber que colocará tudo isso em ação. E é um ser cheio de amor que acreditará que estamos aqui para ajudá-los no crescimento e no preparo da imortalidade e do amor.

Deixaremos agora um pensamento para que vós saboreiem como a fruta doce:

" Estimule cada vez mais o desejo de descobrir quem sois vós e que caminhada seguem; essa tarefa os fará se elevar e descobrirão paraísos dentro de vós que os ajudarão a ser mais felizes"!

Não importa quem sou, pois não sou um, mais muitos... na luz!

Uma chuva de luzes e pingos de ouro descerão hoje para os que abrirem seu coração.

Organização ..."


Namastê